top of page
  • Foto do escritorNova Assist

Plano de Saúde Mais Barato? ANS Limita Reajuste, Mas Insatisfação Leva a Aumento de Reclamações

A Agência Nacional de Saúde Suplementar limitou a 6,91% o percentual de reajuste anual para os planos de saúde individuais e familiares. Ações contra planos de saúde crescem 21% em maio (Assista a entrevista que a xconsultora Elaine Oliveira deu sobre o tema na BandNews)


Plano de Saúde Mais Barato? ANS Limita Reajuste, Mas Insatisfação Leva a Aumento de Reclamações


Em meio à alta da inflação e do custo de vida, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) trouxe um alento aos consumidores: limitou o reajuste anual dos planos de saúde individuais e familiares a 6,91%. A medida, válida a partir de junho de 2024, busca conter o aumento expressivo das mensalidades, que em 2023 chegou a atingir 15,5% em alguns casos.


Apesar da iniciativa, os consumidores ainda parecem insatisfeitos. Dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) indicam que as reclamações contra planos de saúde cresceram 21% em maio deste ano, na comparação com o mesmo período de 2023. Entre as principais queixas estão:


  • Reajustes abusivos: mesmo com o limite imposto pela ANS, alguns consumidores ainda se sentem lesados pelo valor do reajuste aplicado ao seu plano.

  • Falta de cobertura: negativas de cobertura para procedimentos e exames essenciais geram frustração e insegurança nos usuários.

  • Dificuldade de acesso: agendamentos demorados, carência para utilização de serviços e problemas na autorização de procedimentos são frequentes motivos de reclamação.


O que fazer se você está insatisfeito com o seu plano de saúde?


  • Reclame na ANS: a agência é o órgão responsável por regular os planos de saúde. Você pode registrar sua reclamação no site da ANS ou pelo telefone 0800 701 9650.


  • Busque seus direitos: saiba quais são seus direitos como consumidor de plano de saúde e utilize-os para se defender. Existem diversas leis que protegem os usuários, como a Lei dos Planos de Saúde (Lei nº 9.656/98).


  • Procure outros planos: compare preços e coberturas antes de tomar qualquer decisão. Diversos sites e ferramentas online podem te ajudar nessa pesquisa.


Assista a entrevista no link abaixo

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page